Crônica do Dia – EU VI PRIMEIRO! – Por Maria Luzia Santos

Quando eu aponto o dedo para o céu e digo:Aquela estrela mais brilhante é minha logo me questionam:Como ser sua se milhares de pessoas já a viram?

Maria Luzia Santos

Maria Luzia Santos

– Milhares de pessoas podem te- la visto mas eu me apoderei dela porque eu a vi primeiro.

E nem adianta discordar: Ela é a minha estrela! Eu vi primeiro!

Afinal de contas eu não estava junto com as outras pessoas.

Realmente isso de Eu vi Primeiro é complicado.

Lembrei de uma tarde de Verão na casa de uma sobrinha.

Lá tem uma árvore que sou apaixonada pela exuberância e leveza de suas folhas.

Saboreando suas sombras meu sobrinho neto e seus amigos brincavam debaixo dela.

Amo algazarra de criança e aquele momento estava sendo feliz para mim.

De repente elas começaram a brigar e meu sobrinho gritava: É minha, eu vi primeiro!

Os outros meninos repetiam o mesmo e o arranca rabo estava formado.

Desci as escadas e fui apaziguar a garotada.

– Hei, o que houve?

Vamos organizar essa bagunça!

Mostrem- me o motivo dessa briga que isso tá feio.

-Pra que fui me meter (risos)todos falaram ao mesmo tempo: Tia,essa bolinha de gude é minha eu vi primeiro!

Lembrei da minha estrela.Só que ela ninguém podia tocar mas a bolinha de gude tinha passado

por várias mãos. Como resolver a situação?

Tentei um sorteio mas ninguém aceitou.

A bolinha de gude tinha virado um troféu.

Estavam irredutíveis!

Resolvi propor uma troca.

-A tia nunca teve uma bolinha de gude. Que tal vocês me darem ela?

Em troca eu pago um sorvete para todos.

Quem topa , levanta a mão!

Meu sobrinho foi o último. O moleque não gosta de perder.

Fui à padaria e comprei o Mega de chocolate- exigência para fechar o acordo.

Que bolinha cara, essa!Mas valeu super a pena .

A criançada ficou feliz e eu mais ainda.

E fechamos com chave de ouro pulando corda.

Eles!Eu só olhava!

Categorias: Maria Luzia Santos

Sobre o Autor

Maria Luzia Santos

Poetisa e escritora. Uma mulher com alma de criança que adora ler e, principalmente, escrever seus sentimentos. Possui vários textos publicados no site “Recanto das Letras”

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios*

*