MPPE ajuíza ação cautelar após prefeitura de Caruaru contratar de forma direta a empresa Branco Promoções por dispensa de licitação

A Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura, tem 10 dias para  se manifestar sobre o assunto.

MPPE

A prefeitura de Caruaru revogou o pregão e contratou diretamente a empresa Branco Promoções de Eventos e Editora Musical Ltda, por dispensa de licitação para a realização do São João 2017. Após ter conhecimento dos fatos, o MPPE ajuizou, na 2ª Vara da Fazenda Pública de Caruaru, ação cautelar antecedente, com pedido de tutela de urgência em desfavor do município de Caruaru e da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, requerendo que a prefeita Raquel Lyra, o presidente da Fundação de Cultura Lúcio Omena e a empresa contratada sejam compelidos a suspender qualquer ato executório do contrato realizado para o São João de 2017.

Ação sob o número 003413-12.2017.8.17.2480, ingressada pelo MPPE no dia 15 de maio, já foi recebida pelo Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública de Caruaru, conferindo o prazo de 10 dias para que as partes se manifestem.

A dispensa de licitação n°69/2017, assinada pela prefeita de Caruaru Raquel Lyra, foi publicada no Diário Oficial da União (edição n°93, seção 3, página 205) desta quarta-feira (17), ratificando a dispensa de licitação para contratação direta da empresa Branco Promoções com a finalidade de realizar o São João de 2017, no valor de 5 milhões e 120 mil reais, sem indicação da motivação da dispensa.

O MPPE requereu na sexta-feira (12) a cópia do referido contrato, no prazo de 24h. A Prefeitura de Caruaru solicitou cinco dias úteis para enviar o contrato. Para o promotor de Justiça Marcus Tieppo, esse contrato com a Administração Pública era para ser amplamente divulgado, inclusive no Portal da Transparência e não para o MPPE requisitar, conforme o que preconiza a Lei de Licitação e Contratos (Lei n°8.666/93).

Em 17 de janeiro deste ano, o MPPE recomendou a realização de processo licitatório para contratação de empresa que preste serviço de assessoria e captação de patrocínio para o São João de 2017.

Processo licitatório – O município de Caruaru deflagrou, em 11 de abril de 2017, processo licitatório Pregão Presencial n°16/2017, tendo como objeto a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de organização de infraestrutura de eventos, de grande porte, envolvendo planejamento, produção, promoção, coordenação, gerenciamento das locações e dos recursos humanos contratados, montagem e desmontagem de toda infraestrutura para realização do evento São João de Caruaru 2017.

Posteriormente, o município de Caruaru modificou substancialmente o objeto do contrato, bem como alterou da versão original do edital, no qual foram inseridas diversas modificações sem que houvesse a republicação do edital nem a devolução do prazo legal previsto pela Lei 10.520/2002 (disciplina a modalidade pregão), resultando em diversas demandas na seara administrativa, denúncias ao MPPE e, pelo menos, uma ação judicial de Mandado de Segurança n° 003048-55.2017.8.17.2480.

Da ação judicial, o Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública de Caruaru, concedeu liminar determinando a suspensão da sessão de abertura das propostas do procedimento licitatório. O município recorreu da liminar mas não obteve êxito no parecer do Tribunal de Justiça de Pernambuco. O relator ressaltou em sua decisão sobre o recurso do município de Caruaru que “as inovações trazidas pelo novo edital aumentaram consideravelmente o valor da contratação, uma vez que introduziram nada menos que 19 alterações a serem cumpridas pelos licitantes que importam em um substancial dispêndio financeiro que não tinha como ser previsto nas propostas originalmente formuladas”.

Em continuidade, e no mesmo sentido, em 9 de maio de 2017, o Tribunal de Contas de Pernambuco, por meio de medida cautelar PECTCE n°19.325/2017, determinou a suspensão do procedimento licitatório Pregão Presencial n°16/2017 e a republicação do edital. No dia 10 de maio, a pregoeira Albaneide de Carvalho revogou o pregão, conforme publicado na edição n°305, do Diário Oficial do Município; e no dia seguinte, 11 de maio, a prefeita Raquel Lyra convocou uma coletiva com a imprensa para anunciar que dispensaria o processo licitatório, com mobilização imediata da estrutura desejada para realização das festividades juninas.

 

Banner notícias do São João de Caruaru

Categorias: São João, Últimas

Sobre o Autor

Herbert Soares

Sou um amante do jornalismo. Muito embora não tenha tido oportunidade para me tornar um jornalista, de fato. Diante da felicidade do convite do Jornal de Caruaru, passo a colaborar com Clipping de notícias diversas. Algumas imagens e matérias postadas são de fontes diversas (internet). Caso você seja o detentor dos direitos de algum vídeo, imagem, texto ou qualquer outro conteúdo publicado e seja contrário a exibição em nosso site, favor entrar em contato conosco através do e-mail: jornaldecaruaru@gmail.com para que possamos retirar ou incluir os devidos créditos.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios*