Coluna Ética e Política – NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESSE PAÍS! – Por Erick Lessa

Pela primeira vez na história brasileira um ex-presidente da República é condenado pela justiça do nosso país, a partir de provas coletadas, sejam documentais, testemunhais ou fruto de colaborações premiadas.

Erick Lessa

Erick Lessa

Esse fato ocorreu no dia de ontem (12JUL2017), quando ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão na Operação Lava Jato no caso que envolve um tríplex em Guarujá, no litoral paulista. O juiz federal que condenou Lula foi Sérgio Moro, o qual afirmara ter baseado a decisão em provas documentais, periciais e testemunhais.

A sentença permite que Lula recorra em liberdade das penas pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa de Lula afirma que a condenação “ataca” a democracia e que a investigação tem “motivação política”. Já o Ministério Público Federal esperava uma pena mais severa e afirmou que irá recorrer da decisão para que o Tribunal Regional Federal da 4 Região (TRF4), altere a condenação e aumente a pena do ex-presidente.

Como o próprio presidente, com origem da classe trabalhadora, se gabava em afirmar quando realizava algum feito, segundo ele histórico, “nunca antes na história desse país” havia ocorrido um fato tão marcante como esses, ou seja, uma sentença ou condenação dessa natureza, talvez do maior figurão do país, nos últimos anos.

Essa condenação por si só, já se caracteriza como histórica na nossa pátria, pois não se pode desmerecer o trabalho das instituições federais, especificamente a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Justiça Federal, na pessoa do Juiz Federal Sérgio Moro pela coragem e altivez de condenar, por meio de um arcabouço probatório um ex-presidente da República, algo que não se restringe a ele ou a qualquer partido político, mas valendo a máxima de que a Justiça é cega e deve responder por seu ato todo aquele que descumprir a lei do país, basta analisar os quase 100 condenados, de todas as origens, classes sociais ou agremiações partidária, em sede de Lava Jato, operação essa que já é a mais importante da história do Brasil.

Estamos diante de fatos extremamente marcantes, que estarão, sem sombras de dúvidas, registrados nos livros da história do Brasil, e que os mais otimistas, como nós da coluna Ética e Política somos, acreditam que as instituições desse país estão efetivamente funcionando e cumprindo o seu papel, independentemente da classe social, função ou cargo, que ocupe ou ocupou qualquer cidadão, sujeito de direitos e deveres na nossa nação, que descumprir a legislação vigente, devendo responder por seus atos e cumprir a pena em seu desfavor imposta, em conformidade com a ordem legal e a justiça.

Fica a reflexão. Fique atento à próxima edição da coluna Ética e Política, que é divulgada todas as quintas-feiras. Você pode dar sugestão de temas, fazer críticas e elogios para o e-mail: ericklessa04@gmail.com.

Banner-Erick

EstaColuna tem o oferecimento de:

Etigraf

Sobre o Autor

Erick Lessa

Erick da Silva Lessa, 39 anos de idade. Delegado de Polícia de Pernambuco, Professor Universitário. Bacharel em, Direito, com especialização em Segurança Pública e Cidadania. Destacada atuação na PCPE, principalmente por dirigir operações de combate à corrupção como Ponto Final I e II e Hipócrates (corrupção na área médica). Em 2016 concorreu ao cargo de prefeito de Caruaru, alcançando a expressiva votação de 41.102 votos, no pleito municipal. Sugestões, elogios ou críticas escreva para o e-mail: ericklessa04@gmail.com

Deixe um comentário

Você está autenticado como Erick Lessa | Sair

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
Erick Lessa
wpDiscuz