Artigo – PARABÉNS AO JORNAL DE CARUARU – Por Severino Melo

Linda a postura editorial do Jornal de Caruaru. Um jornal virtual eclético, no qual, não vê-se viéis e nem matizes preferenciais seja de religião, de política ou de futebol.

Severino do Ramo Fernandes de Melo

Severino Melo

Assim deveriam conduzir-se os jornais brasileiros, bem como, a imprensa falada e televisada.

Dentro da própria Caruaru sabemos que existem órgãos de imprensa que direcionam a sua pauta para os governantes de plantão.

A própria cobertura da resenha legislativa municipal é feita à luz da dicotomia, varia à mercê de quem escreve como situação ou como oposição.

Vimos o espaço democrático imperar no Jornal de Caruaru. As notícias são as mais diversas, doa a quem doer. Há espaço para comentários e artigos mais variados. Afinal de contas, o verdadeiro jornalismo prima pela verdade.

A ninguém é dado o direito de “escrever como jornalista o que não possa dizer como cavalheiro”. Talvez confrontem-se duas opiniões antagônicas, mas, cada um dos seus autores fica obrigado, dentro de sua particular versão, escrever com denodo, brio e lealdade.

Um Papa, chamado Gregório Magno, assim escreveu: “Se da narração de um fato verdadeiro resultar escândalo, é preferível deixar nascer o escândalo do que renunciar à verdade”. E o Jornal de Caruaru tem feito isso no seu dia a dia!

Sobretudo, é um deleite, vir à internet e entre outros noticiosos nos deparar com as matérias sempre atuais do Jornal de Caruaru.

Reconheço que já fui mais presente! Outrossim, as últimas atividades têm me afastado e feito com que aquela minha forma amiúde de publicar tenha sido reduzida, ainda assim, leio com assiduidade o que os demais confrades e opositores publicam no Jornal de Caruaru.

Se fosse cantar uma música em homenagem a este jornal eu escolheria os versos de Cartola em sua célebre canção: “As Rosas Não Falam – Bate outra vez / Com esperança o meu coração / Pois já vai terminando o verão / enfim / Volto ao jardim / Na certeza que devo chorar / Pois bem sei que não queres voltar / Para mim. Queixo-me às rosas/ Mas que bobagem / As rosas não falam/ Simplesmente as rosas exalam / O Perfume que roubou de ti / Devias vir / Para ver os meus olhos tristonhos/ e / Quem sabe sonhavas meus sonhos / Por fim”.

Um abraço a todos que fazem o Jornal de Caruaru e também aos seus profícuos leitores!

Severino Melo – smelo2006@gmail.com – fone /whatsapp 999727818 – Mero Colaborador Voluntário do Jornal de Caruaru.

Leia mais artigos e opinião clicando na imagem abaixo

Artigo e Opinião

Importante: Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião do jornal de Caruaru. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

Categorias: Artigos & Opinião, Geral

Sobre o Autor

Jornal de Caruaru

O Jornal de Caruaru constantemente pratica a reprodução de conteúdo com menção da fonte. Algumas imagens e matérias postadas são de fontes diversas (internet). Caso você seja o detentor dos direitos de algum vídeo, imagem, texto ou qualquer outro conteúdo publicado e seja contrário a exibição em nosso site, favor entrar em contato conosco através do e-mail: jornaldecaruaru@gmail.com para que possamos retirar ou incluir os devidos créditos.

Deixe um comentário

Você está autenticado como Jornal de Caruaru | Sair

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
Jornal de Caruaru
wpDiscuz