Crônica do Dia – “ CONHECIMENTO: OPINIÃO DE VERDADE JUSTIFICADA” – Por Zélia Maria Freire

“Verdade é dizer do que é que é e do que não é que não é.”

Zélia Maria Freire

Zélia Maria Freire

Vez por outra entro numas cismadas de torcer rabinho de porco. Hoje inculquei com o conhecimento, o quanto existe de empirismo nisso . Seria o conhecimento fundamentado apenas na experiência? Vamos mais fundo. É dito, que uma definição aceita até hoje, foi desenvolvida por Sócrates de que conhecimento seria uma opinião de verdade justificada. Mas o que é a verdade? Para essa pergunta quem tem uma resposta interessante é o Aristóteles, vejamos: verdade é dizer do que é que é e do que não é que não é.

Deixemos Sócrates e Aristóteles no seu tempo e vamos chegando em 1588, ano em que nasceu o pensador político e filósofo Thomas Hobbes, considerado um empirista, que acreditava no conhecimento fundamentado na experiência e considerava a instrução entre os homens como forma de objetivação de uma prática eficiente, eliminando o subjetivismo.

Mas também tem quem explique a origem do conhecimento englobando imaginação e memória, desta maneira: a origem de todo conhecimento é a sensação, que por sua vez é o principio original do conhecimento dos próprios princípios, enquanto a imaginação é um agrupamento inédito de fragmentos de sensações e a memória nada mais é do que reflexo de antigas sensações. Complicado, não é? “Xá pra lá” como diz uma amiga minha.

Enquanto isso uns conhecem mais, outros conhecem menos… E pensar que a Natureza fez os homens tão iguais quanto as faculdades do corpo e do espírito…

Categorias: Zélia Maria Freire

Sobre o Autor

Zélia Maria Freire

ZÉLIA MARIA FREIRE
É membro da Academia Feminina de Letras do Rio Grande do Norte, autora do livro “EU TINHA UM PEDAÇO DE MAR” Foi classificada no concurso de poesias John Perry em Dallas USA. Escreve para o Recanto das Letras, mais de 1.300 textos publicados e agora, também, para o Jornal de Caruaru.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios*