Nova reunião entre Prefeitura de Caruaru e ambulantes será realizada nesta quinta (07)

De acordo com Lei Municipal de número 4.077, datada de 02 de julho de 2001, o comércio nas praças, pátios e passeios destinados ao fluxo de pedestres é proibido.

Ambulantes

Uma nova reunião será realizada entre representantes da Prefeitura de Caruaru e os ambulantes para discutir melhorias para a categoria, na próxima quinta-feira (7). A Secretaria de Ordem Pública começou uma operação para liberar as calçadas do centro dos vendedores informais.

Entenda:

Uma operação promovida pela Prefeitura do Município com o apoio da Destra, Vigilância Sanitária e Secretaria de Ordem Pública da cidade, iniciou no dia 03 de agosto de 2017 o processo de retirada e proibição do comércio de ambulantes em calçadas e ruas de grande movimentação do coração econômico da Capital do Agreste.

Em nota, a Secretaria de Ordem Pública de Caruaru (SECOP) disse que, no início da manhã desta quinta-feira (03), foi iniciado o processo de recuperação do Centro da cidade, com o objetivo de liberar as calçadas e garantir o direito de ir e vir das pessoas, melhorando a mobilidade e garantindo, também, a renda dos comerciantes informais.

A SECOP também informa que a ação de hoje é parte de um conjunto de ações que começam pelos vendedores de frutas, verduras e vegetais que ocupam de forma desorganizada a calçada e, posteriormente, segue trabalhando com o resto dos ambulantes.

Através desta ação, a Prefeitura de Caruaru irá remanejar os comerciantes informais para as feiras livres dos bairros do Salgado e Boa Vista. Será realizado um cadastramento para recebimento do alvará, podendo, assim, todos os comerciantes deslocados do centro trabalharem de forma regular.

O cadastro vai será iniciado já nesta sexta-feira, dia 04, às 14h, no Centro Administrativo, na Avenida Rio Branco. A taxa anual será de R$ 56,48 e os documentos necessários são RG, CPF, habilitação, comprovante de residência e a notificação emitida no remanejamento de hoje.

De acordo com Lei Municipal de número 4.077, datada de 02 de julho de 2001, o comércio nas praças, pátios e passeios destinados ao fluxo de pedestres é proibido. Segundo o Artigo 1º da Lei, “fica terminantemente proibido todo e qualquer tipo de comércio varejista ou atacado, instalado sob toldos ou tendas desmontáveis, que possa causar transtorno ao ir e vir da população, assim como agredir o panorama visual”.

Categorias: Local

Sobre o Autor

Anita Torres

Algumas imagens e matérias são de fontes diversas (internet). Caso você seja o detentor dos direitos de algum vídeo, imagem, texto ou qualquer outro conteúdo publicado e seja contrário a exibição em nosso site, favor entrar em contato conosco através do e-mail: jornaldecaruaru@gmail.com para que possamos retirar ou incluir os devidos créditos.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios*