Tony diz que não apoia Temer, defende Paulo Câmara, elogia Wolney e sobe o tom contra João Lyra

O deputado estadual Tony Gel (PMDB) foi o terceiro sabatinado no debate da Globo FM. Durante duas horas ele respondeu aos questionamentos do jornalista Mário Flávio, do professor Marco Aurélio Freire e dos ouvintes.

Tony Gel em entrevista a Mário Flávio

No âmbito nacional, o ex-prefeito de Caruaru disse que não apoia Temer, já que o ex-governador João Lyra disse na semana passada que ele era o representante do PMDB aqui na cidade.

“João Lyra está equivocado. Não votei em Temer, ele tinha uma aliança com o PT. Pelo contrário, eles querem tomar o PMDB da gente. Esse PMDB de Romero Jucá, que dá ordens que Temer quer. João Lyra que foi do PT e hoje é do PSDB, deveria explicar os motivos de mudar tanto de lado”, disse.

Gel também enalteceu o trabalho de Wolney Queiroz e disse que há espaço para ele e Tonynho Rodrigues na busca por votos para a Câmara Federal. “Wolney tem um bom trabalho, não é a toa que foi eleito por cinco vezes para deputado federal. A candidatura de Tonynho não é para atrapalhar Wolney, pelo contrário, os dois vão polarizar a disputa e isso vai ser bom para ambos”, disse.

Sobre a fala do ex-prefeito José Queiroz, que afirmou ir para o mesmo palanque de Tony na eleição de 2018, na qual ambos vão apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara, Gel retribuiu os elogios. “É bom ter sido reconhecido pelo ex-prefeito José Queiroz. Ser citado para ser vice de uma pessoa séria como Paulo Câmara é uma honra. Vamos estar no mesmo palanque e se Queiroz for para a majoritária, como vice ou senador, vou votar e pedir votos para ele”, garante.

O tom subiu quando Tony Gel fez avaliações dos 11 meses da gestão da prefeita Raquel Lyra. “É uma gestão de muitos atrapalhos. E me surpreende em menos de um ano de governo, tantas ações do Ministério Público, inclusive com abertura de inquéritos civis para investigar possíveis irregularidades. O São João foi uma bagunça, a cidade está cheia de lixo, não adianta fazer faculdade, não existe curso para ser prefeito. Para exercer essa função, é preciso gostar”, disse.

Categorias: Política

Sobre o Autor

Antonio Pimentel

Depois de colaborar com vários sites de notícias da região metropolitana, solicitei e fui aceito para compor o time do Jornal de Caruaru. Postarei notícias diversas, mas sempre com um viés político.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios*