Sergio Geia

Voltar à Página Principal
Sergio Geia

Crônica do Dia – Pondé – Por Sérgio Geia

“Não se assuste, leitor, mas esse parágrafo é Pondé, um politicamente incorreto, dono de um texto nada burocrático.” Sempre que posso acompanho as opiniões do Luiz Felipe Pondé. Muitos consideram

Sergio Geia

Crônica do Dia – Solar da Viscondessa – Por Sérgio Geia

“Lembro que olhava aquele prédio alto, imponente, com arquitetura clássica e o achava bonito, imaginando o que acontecia lá. “ Outro dia estive no lançamento do livro “Coisas do coração,

Sergio Geia

Crônica do Dia – A política e a previdência – Por Sérgio Geia

Um amigo me disse outro dia que não gosta de futebol, de política, de carnaval, de praia e de calor. Depois arrematou: “Quê que eu tô fazendo aqui, Sergio?”. De

Sergio Geia

Crônica do Dia – Manhã – Por Sérgio Geia

Já fiz muita coisa na vida: futebol, musculação, natação, ioga, dança de salão. Está certo que dança de salão, a rigor, é mais uma suave distração. Talvez, e essa ideia

Sergio Geia

Crônica do Dia – Joaquim – Por Sérgio Geia

Era uma noite agradável, sem o vento frio dos últimos dias. Estávamos em Ubatuba e fomos jantar num restaurante no Itaguá, cuja cozinha conhecíamos e que serve bem, embora adote

Sergio Geia

Crônica do Dia –  Ameixeira – Por Sérgio Geia

“A imagem teve uma força colossal a ponto de pinçar no Geia uma lembrança que os anos tinham apagado.” Eram os últimos dias do inverno de 2016; um domingo. Já

Sergio Geia

Crônica do Dia – Feriado – Por Sérgio Geia

São malas, roupas de cama, brinquedos, caixa de isopor, até um cachorro.  Ouço uma distinta senhora falar: “Vai passear, vai, Flor? Vai ver o mar?”. A menininha, que chupa chupeta,

Sergio Geia

Crônica do Dia – A manga e o gato – Por Sergio Geia

Pequenas mangas vão surgindo; timidamente, elas aparecem aos pares, ou em grupos de quatro, cinco, entre as folhas verdes da grande mangueira. Pelo tamanho, a árvore deve estar ali há

Sergio Geia

Crônica do Dia – Tina Pepper – Por Sérgio Geia

Tina Pepper morreu; após passar mal, sem atendimento no hospital, morreu de AVC, aos cinquenta. A cidade decretou luto, o Prefeito usou o caso para atacar o Governador: “Sem a

Sergio Geia

Crônica do Dia – Duas Histórias – Por Sérgio Geia

Foi no Perequê-Açu. Era uma manhã clara, eu tomava cerveja com amigos quando ela chegou. Parou a bicicleta junto de uma árvore, e, sorridente, foi oferecer as suas crias aos

Sergio Geia

Crônica do Dia – As crianças do vizinho – Por Sérgio Geia

“Fecho a janela muito contente com os gritos da criançada. Agora eu sei que na tela de um pobre quintal, assistirei a imagens da minha infância” Havia uma rolinha na

Sergio Geia

Crônica do Dia – Histórias – Por Sérgio Geia

No campo dos sonhos já semeei muitos, colhi alguns, outros ficaram pelo caminho. E continuo a semear, a colher, a perder. Digo-lhe com absoluta segurança que hoje, o meu maior

Sergio Geia

Crônica do Dia – Monsenhor Teófilo – Por Sérgio Geia

Fui resolver um assunto e acabei almoçando com o monsenhor. Sua casa ficava bem atrás da igreja, na Quintino. Lembro-me que à mesa havia comensais: sua irmã, de cujo nome

Sergio Geia

Crônica do Dia – O câncer – Por Sérgio Geia

Quando uma célula normal se modifica tornando-se maligna e agressiva, invadindo tecidos do organismo, com poder de arrastar consigo milhões de células igualmente malignas e agressivas, numa multiplicação horrorosa e

Sergio Geia

Crônica do Dia – História de morador de rua – Por Sérgio Geia

Os piores dias para quem mora na rua são os dias de finais de semana. Isso porque as pessoas chegam de madrugada, das baladas, chutam, mexem, batem; eu tinha muito

Sergio Geia

Mulher destemperada – Por Sérgio Geia

Uma mulher aqui perto vive a gritar. Não são gritos de dor ou doença; são gritos de zanga. Ralha com todo mundo: marido, filhos, cão, gato. Não sei se é