Zélia Maria Freire

Voltar à Página Principal
Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – APENAS DUAS MÃOS – Por Zélia Maria Freire

E eu aqui feito o Drummond: “apenas com duas mãos e todo o sentimento do mundo” , me sentindo tão pesada, mais parecendo um “tipo perdido por ai em busca

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – “ESTADO DE ROMANCE” – Por Zélia Maria Freire

Por que tudo isso está distante E me parece presente, Na visão. No sentimento, Na saudade? (…) (Aquele Tempo – João Wilson) Terminei a leitura de “Principalmente o Amor”, um

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – A vida é Curta – Por Zélia Maria Freire

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la (Há Momentos/Clarice Lispector) Pois

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – PAZ E CONSCIÊNCIA – Por Zélia Maria Freire

Lá pelos idos de 1991 o papa João Paulo II proferiu uma frase que lembro até hoje: “Se queres a paz, respeita a consciência de cada um”. Hoje, digo cá

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – A PROPÓSITO, GOSTO DA SEGUNDA-FEIRA – Por Zélia Maria Freire

“Melhor é não venerar os códigos / de acasalar e sofrer. É viver tempo de sobra / sem que me sobre miragem.” Estava aqui pensando um tema para escrever esta

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – QUESTIONANDO A VERDADE – Por Zélia Maria Freire

A porta da verdade estava aberta Mas só deixava passar Meia pessoa de cada vez Assim não era possível atingir toda a verdade Porque a meia pessoa que entrava Só

Zélia Maria Freire

Crônica do dia – SAWABONA – SHIKOBA – Por Zélia Maria Freire

“Cada um de nós deseja segurança, amor, paz, felicidade.” Ouvi um cumprimento que me deixou curiosa e procurei me inteirar junto a nossa enciclopédia ambulante – Google – o significado

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – UM DIA VOCÊ ACORDA, UM DIA VOCÊ DORME – Por Zélia Maria Freire

Um dia você acorda, o seu olhar é perdido, em você a necessidade de caminhar sem olhar para trás, para os lados e nem para frente, num vôo cego de

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – A CIDADE DA MINHA INFÂNCIA – Por Zélia Maria Freire

A cidade da minha infância? Não, não lembro… Mas acho que foi a mesma da minha juventude. Não tenho muito o que acrescentar sobre ela. Só sei que era uma

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – EM TEMPOS BICUDOS – Por Zélia Maria Freire

Em tempos bicudos uma boa leitura até que ajuda atravessar a má fase, por esses dias andei lendo o escritor Daniel Goleman, que me levou a refletir sobre o estado

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – SOBRE CRÍTICA – Por Zélia Maria Freire

Você que escreve já teve suas obras criticadas, críticas essas azedas e nada favoráveis? Se, paciência… Dos hoje considerados gênios da literatura universal, na sua época tiveram suas obras criticadas

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – MINHA PORÇÃO DIABINHO (EC) – Por Zélia Maria Freire

Quando Deus criou o mundo ficou entusiasmado com a sua obra e pensou com os seus botões… Alguém tem que desfrutar dessa beleza. E criou o homem e a mulher.

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – EXIBA O SEU SENSO DE HUMOR – Por Zélia Maria Freire

Outro dia fui aconselhada para quando entrar no meu “pensatório” deixar a porta aberta e ouvir de preferência MPB, saindo assim do meu estado de caramujo largando os schuberts, os

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – “SE PUDERES OLHAR, VÊ. SE PODES VER, REPARA”. – Por Zélia Maria Freire

Inicio esta crônica fazendo uma citação do El-Rei filósofo de Portugal Dom Duarte I, contida na contracapa do livro de José Saramago, “Ensaio sobre a Cegueira”, que diz: “ Se

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – CORTINAS CERRADAS – Por Zélia Maria Freire

Sempre que chove Tudo faz tanto tempo… E qualquer poema que acaso eu escreva Vem sempre datado de 1779! Mário Quintana Enquanto nuvens cobriam o sol , o vento sacudia

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – PROCURA-SE UMA POMBA DE UMA ASA SÓ – Por Zélia Maria Freire

“Vive-se. A que será que se destina?” (Caetano?) Já que o assunto me interessa, dizei-me vós leitor, se o ninho da “pomba com uma asa só, na ponta dum pé

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – UM CAMINHO PARA A SALVAÇÃO – Por Zélia Maria Freire

“Se o diabo diz: não bebas! É preciso responder: vou beber de qualquer modo e, já que me proíbes, beberei uma boa porção”. São tantos padres, bispos, bispas, pastores e

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – NEM TODOS OS HOMENS SÃO VELHACOS NEM TODOS OS CREDOS SÃO DUVIDOSOS – Por Zélia Maria Freire

“E pensar que “cada vento De oratória agita as águas e Desvia o curso…” (Platão) Não é fácil entender o humor de Millor Fernandes, o que não o torna menos

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – DOS QUE ESCREVERAM A HISTÓRIA , QUE SEJAM SEMPRE LEMBRADOS  – Por Zélia Maria Freire  

“Há no íntimo  o  desejo  de   compartilhar  o  que encantou e   o  que  trouxe  conhecimento      com os que nâo quiseram ir, diretamente, ao encontro daqueles       mestres      e      das     suas     páginas

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – DE NOVO??? – Por Zélia Maria Freire

E tem nego se esgoelando pedindo ELEIÇÕES JÁ!!! – sem se preocupar com a folha corrida da excelência que quer entronizar… DE NOVO!!! – Enquanto isto eu fico aqui pensando

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – CORRENDO ATRÁS DO RISO – Por Zélia Maria Freire

“E a causa do riso, advém de onde? Jouber afirma que vem da matière ridicule.” Noite alta, só não sei se o céu era risonho, no entanto a quietude era