Zélia Maria Freire

Voltar à Página Principal
Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – ESTADO DE ROMANCE 2 – Por Zélia Maria Freire

“Se Rapunzel tem tranças não falta quem nelas queira subir para alcançá-la” Não conheço a matemática do inglês Whitehead, mas conheço um pouco da sua filosofia, da descrição do “estado

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – VAI DORMIR MARIA, VAI – Por Zélia Maria Freire

Que procuras? Tudo. Que desejas? – Nada. Viajo sozinha com o meu coração. Não ando perdida, mas desencontrada. Levo o meu rumo na minha mão. (Despedida /Cecilia Meireles) Enquanto isto

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – Escrevi o que me deu na telha – Por Zélia Maria Freire

Enquanto a Teologia buscou guarida na Fé e a Filosofia entende-se com a Razão, fico imaginando o quanto a minha Fé e fraca e a Razão é pobre, que o

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – SOLIDÃO – Por Zélia Maria Freire

Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria solidão, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes, é necessário ser um. (Fernando Pessoa) O que é

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – SOBRE A TRISTEZA DO BICHO HOMEM – Por Zélia Maria Freire

“Enquanto um chora outro ri, enquanto um se diz triste outro se diz alegre, enquanto um mente outro diz a verdade…” E eu que não me chamo José, o meu

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – QUE AMOR É ESSE? (EC) – Por Zélia Maria Freire

“Ah! para de reclamar e apanha mais uma geladinha” Mais parecia letra de música da Roberta Miranda, uma que a “vítima” reclama da rejeição e do tudo prometido e nada

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – PERDI A CHAVE DO MEU QUARTO DE SAUDADE – Por Zélia Maria Freire

Se o passado inexiste E o que está passado E o puro nada são a mesma coisa Que quer então de nós Essa eterna criação Se tudo o que foi

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – AMIZADE – NÃO IMPORTA SE DE CORPO PRESENTE OU VIRTUAL – Por Zélia Maria Freire

(…) Pois, seja o que vier, venha o que vier Qualquer dia amigo, a gente vai se encontrar. (Canção da America – Milton Nascimento) No meu entender, amizade não importa

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – E NEM ME PERGUNTE SOBRE O DIA DE AMANHÃ – Por Zélia Maria Freire

“No rádio do carro, Gal pede, além de socorro, um coração novo, pois o dela já não bate nem apanha.” Vá lá entender esse sentimento de reboliço dentro de mim,

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – “ CONHECIMENTO: OPINIÃO DE VERDADE JUSTIFICADA” – Por Zélia Maria Freire

“Verdade é dizer do que é que é e do que não é que não é.” Vez por outra entro numas cismadas de torcer rabinho de porco. Hoje inculquei com

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – PARECE QUE FOI ONTEM … – Por Zélia Maria Freire

“Ah, o amor e as suas facetas… Difícil é sair dele, mesmo quando mal resolvido, mal vivido.” Dia desses eu estava conversando com duas amigas na base do saudosismo, do

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – Aqui Jaz a que foi sem nunca ter sido – Por Zélia Maria Freire

A frase é de um desconhecido, li, gostei e repito: “Você nasce sem pedir e morre sem querer! Aproveite o intervalo!” Se você tem pretensões de saber como será lembrado

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – SOBRE BEM E O MAL – Por Zélia Maria Freire

“Encaramos a morte, a pobreza e a dor como nossos piores inimigos.” Os homens atormentam-se com a idéia que têm das coisas e não as coisas em si. Isto é

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – O MUNDO É UM SONHO E O SONHO É O MUNDO? – Por Zélia Maria Freire

Quantos mistérios, quantas indagações… Onde buscar respostas, num espírito ordenador, estruturador? Não sei se dormi e sonhei com a flor azul de Novalis , o certo é que acordei romântica

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – DIÁLOGO PATÉTICO – Por Zélia Maria Freire

“E cá estou, despida de educação, humanidade, calma e tolerância…” Disse-me uma amiga: Existe uma frase atribuída a Cícero, que costumo repetir com freqüência quando alguém me rouba a paciência,

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – TRAGÉDIA OU COMÉDIA? – Por Zélia Maria Freire

“É sabido que a dor de ficção comove mais que a dor real” Por culpa do advento do classicismo renascentista, que tornou conhecido os gêneros tragédia e comédia, hoje não

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – APENAS DUAS MÃOS – Por Zélia Maria Freire

E eu aqui feito o Drummond: “apenas com duas mãos e todo o sentimento do mundo” , me sentindo tão pesada, mais parecendo um “tipo perdido por ai em busca

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – “ESTADO DE ROMANCE” – Por Zélia Maria Freire

Por que tudo isso está distante E me parece presente, Na visão. No sentimento, Na saudade? (…) (Aquele Tempo – João Wilson) Terminei a leitura de “Principalmente o Amor”, um

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – A vida é Curta – Por Zélia Maria Freire

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la (Há Momentos/Clarice Lispector) Pois

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – PAZ E CONSCIÊNCIA – Por Zélia Maria Freire

Lá pelos idos de 1991 o papa João Paulo II proferiu uma frase que lembro até hoje: “Se queres a paz, respeita a consciência de cada um”. Hoje, digo cá

Zélia Maria Freire

Crônica do Dia – A PROPÓSITO, GOSTO DA SEGUNDA-FEIRA – Por Zélia Maria Freire

“Melhor é não venerar os códigos / de acasalar e sofrer. É viver tempo de sobra / sem que me sobre miragem.” Estava aqui pensando um tema para escrever esta